Vizela: Mulher dá entrada nas urgências com 7 zaragatoas na vagina

Uma mulher bastante conhecida na freguesia de Santa Eulália, em Vizela, deu entrada nas urgências de um hospital da região com 7 zaragatoas na vagina.

Consta-se que a mulher era freira e trabalhava numa escola onde predominava a educação católica e o que diz a vizinhança é que desde que a pandemia começou, a Sra. Hermínia Miguel “desviou-se do caminho do Senhor”.

Consta-se que Hermínia nunca havia tido rεlaçõεs sexuais, nem com outra pessoa nem com ela própria, mas tudo mudou depois do coronavírus. A freira leu nas redes sociais que existiam pessoas a fazer testes ao coronavírus por via anal e assim, decidiu experimentar e comprar um teste para o tentar realizar…na vagina.

Em conversa com a imprensa local, a freira explicou o que se passou:

“Estava muito curiosa com tudo aquilo, porque era estranho dar para fazer um teste por via anal ou vaginal. A verdade é que quando inseri a zaragatoa na vagina, aquilo soube-me muito, muito bem. Eu não consegui parar e só queria ser testada várias vezes, em vários dias.”.

As colegas de Hermínia explicaram que ela começou a querer fazer testes diários à COVID-19 sobre o pretexto de “ser muito preocupada com o vírus”. Alegadamente, as caixas de testes rápidos já se acumulavam pelas suas gavetas e a certo ponto, ela teve de pedir ajuda ao jardineiro da escola em questão porque tinha ficado com 7 zaragatoas presas na vagina e não conseguia sequer andar.

Agora, a mulher encontra-se a ser tratada e felizmente está longe de perigo. Ela disse:

“Ainda bem que tudo correu pelo melhor. Felizmente, já estou a par de que existem outro tipo de brinquedos sexuais que posso utilizar mas é o que costumam dizer: quem sabe é como quem não vê…”

Desejamos desde já as rápidas melhoras à Sra. Hermínia.

Fonte: noticiasdevizela.pt

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.

594 pessoas gostam disto. Sê o primeiro entre os teus amigos.