João Loureiro em jato privado retido no Brasil com 500 quilos de cocaína

A Polícia Federal Brasileira apreendeu meia tonelada de cocaína num avião privado onde João Loureiro, ex-presidente do Boavista Futebol Clube, se preparava para viajar, a partir da cidade de Salvador da Baía, com destino a Portugal, no dia 9 deste mês.

Segundo as informações avançadas pelo JN, João Loureiro encontrava-se dentro do avião com apenas mais um passageiro, um cidadão espanhol de origem argelina, quando se deu a intervenção da polícia brasileira.

Na altura, a agência Lusa noticiou que aqueles dois passageiros, que não identificou, e os três tripulantes do jato privado foram levados à Superintendência da Polícia Federal, em Salvador, para prestar depoimento.

Mas, a Polícia Brasileira terá optado por libertar aqueles indivíduos, por não ter provas da sua eventual responsabilidade pela carga dos 500 quilogramas de cocaína.

458 pessoas gostam disto. Sê o primeiro entre os teus amigos.